compras estados undios

Dicas de compras nos Estados Unidos

post-do-colaborador

Em 1995 era mais barato ir para os Estados Unidos, o dólar valia R$ 1,00 – sonho. O queridinho do consumo era o discman (custava US$ 99,00 + taxas) e de quebra levar um patins roller para dar umas voltas pelos corredores do hotel antes de voltar para o Brasil.

Lá se foram 20 anos e hoje com o dolar brincando de “morto/vivo” a gente tem mesmo é que sentar, fazer listinha de compra, pesquisar preço aqui e lá, fazer conversão e não se esquecer que tudo, absolutamente tudo, é taxado na hora, cada estado tem sua taxa (variam de 5% a 9%). Mas a dica babado é que em Delaware e Oregon a taxa é de 0%, entāo se conhece alguém por lá, vale a pena deixar para comprar os itens mais caros neste estado. E cuidado com os abusos no cartão de crédito, pois também incidem taxas quando as compras sāo feitas com ele (mais 6,38%).

O que aprendi em algumas oportunidades e posso falar é: Outlets – visite o site do que você for e liste as lojas que quer ir, imprima os cupons de desconto, leve ou compre uma mala (nada de ficar indo toda hora colocar suas compras no carro – já corri esse risco) e seja feliz. Farmácias e supermercados – paraísos, apenas. Amazon – veja se o tempo de entrega atende seu período de estadia e, caso você fique hospedado em hotel, saber se recebem mercadoria e se cobram por isso. Apple Store – ninguém compra o último lançamento do iphone por US$ 199,00 a não ser que você passe uns bons meses lá (isso é preço para quem vai ter linha telefônica), mas o valor de lá é muito inferior ao daqui, vale o investimento.

At last, but not least: É meio chato as pessoas pedindo para trazer isso ou aquilo, mas quem nunca, né? (inclusive faço isso) ou para trazer “um iphone 6 branco com dourado, 64 giga, uma capinha e deposito pra você agora” nesse caso a questão não é o depósito, é o falta de senso. Agora se o viajante se oferecer a trazer, facilite a vida do mesmo e faça uma lista enxuta, porém detalhada, e não se chateie se na volta faltar alguma coisa.

A propósito, você que está indo, pode trazer um negócio para mim?

Colaboradora do Blog

Raquel Junqueira Giudice (Tererê/Terez), linda e louca – pela vida. Já morou em Fort Lauderdale e Arlington, mas continua em JF. Ama tomar sol, dar risada e Disney (aguardem…).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s